quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Review - Ballistic Overkill


Lançado em 2014, Ballistic era um game FPS de browser que chamou bastante a atenção, em 2015 a Aquiris decidiu elevá-lo a um novo patamar, lançando o jogo no Early Access da Steam e dando um upgrade no game, Ballistic Overkill está na sua reta final do Early Access e os resultados são gratificantes.


No Ballistic original, usava-se um sistema comum dos jogos F2P, para evoluir seu personagem era necessário comprar armas, que poderiam ser adquiridas tanto com dinheiro real como a moeda do jogo recebido a cada partida, no Ballistic Overkill esse sistema não existe mais.


Cada personagem é evoluível, quanto mais partidas você joga com um personagem mais forte ele fica, a cada nível desbloqueado você ganha novas armas primárias, secundárias e habilidades, somando isso com a possibilidade que durante a partida você pode mudar de personagem, o jogo eleva sua parte estratégica, em momentos de ataque você pode usar o seu " Vanguarda" para colocar pressão sobre o outro time e na hora que a defesa se faz necessária você troca para o seu " Granadeiro".


Resumidamente, as classes são:
  • Furioso – especialista em curtas distâncias
  • Vanguarda– mestre de assalto
  • Espectro – infiltrator e assassino de longa distância
  • Sombra – mestre de velocidade e assassinatos furtivos
  • Granadeiro – terror dos campers e maníaco por explosões
  • Tanque – especialista de sobrevivência
  • Atirador – especialista em inteligência, perceptivo e adaptável
Há disponível até o momento 4 modos de jogo:
  • Disputa de Times
  • Todos Contra Todos
  • Captura de Pontos
  • Rei do Pedaço
Disputa de Times e Todos Contra Todos são Partidas Deathmatch para aqueles que não querem muita estratégia, aqui se mantém um estilo FPS mais antigo.

 Captura de Pontos e Rei do Pedaço é o inverso, com uma pegada dos FPS competitivos atuais, a cada momento na partida você tem que se adaptar a situação, mudando de personagem a medida que avança a partida, seja pra defender, atacar ou dar suporte ao time.

PONTOS POSITIVOS:
  • Aquiris entrega um jogo bem localizado e 100% PT-BR;
  • Evolução gráfica do jogo é excelente, temos novas animações e voz para os personagens, armas caprichadas, cenários mais polidos visualmente, HUD bem trabalhada;
  • Sistema de compra de armas não existe mais, agora cada personagem consegue novas armas ao passar de nível;
  • É um jogo leve, roda tranquilamente em máquinas comuns;
  • Sistema de skins de armas a la CS:Go, alteram as armas somente visualmente e você tem chance de ganhar algumas ao jogar;
  • Criação de lobby para partidas privadas;
  • Não é P2W;
  • Custa 10 reais, mais barato que lanche de shopping.
PONTOS NEGATIVOS:
  • Não possui Bots;
  • Presença considerável de pessoas usando programas de trapaça como aimbot;
  • Um pouco desbalanceado, foi comum para mim que mal comecei, como a maioria dos personagens no level 1 enfrentar oponente com level 20 ou mais.

FINALIZANDO...

É claro que ele não está no mesmo nível de jogos como CS: GO ou Overwatch, ele se encaixa na categoria dos jogos de baixo custo para pessoas com computadores menos potentes. Ele atualmente custa 10 Reais no Steam, um excelente preço para a quantidade de conteúdo dele e para a experiencia que ele proporciona.

A Aquiris conseguiu entregar um dos melhores jogos dessa categoria que já joguei. Ele ainda está em "Early Access" e se esta não é a versão final, imagine quando o jogo estiver finalizado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...