segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Momentos mais terríveis dos games


Normalmente posts de Halloween costumam falar de jogos de terror, já no meu caso, que até levo uns sustos, mas não tenho medo de jogos de terror, resolvi falar de momentos de certos games que realmente me assombram por sua dificuldade e a frustração que causam.

Puzzle do zodíaco em Silent Hill

Não foram todas as criaturas bizarras e deformadas do primeiro Silent Hill que me marcaram, foi uma coisa muito mais maligna e traumatizante: O puzzle do zodíaco. Ao chegar nessa parte, o jogador já passou por muita coisa, como o puzzle do piano (que eu passei graças a seção de cartas de uma revista da época), mas nada se compara ao puzzle do zodíaco, que tem uma resolução tão ridiculamente simples é impossível de ser concebida. Perdi dias encarando aqueles malditos números e tentando achar uma ligação entre eles no horóscopo do jornal.  Fiz milhões de anotações comparando os dias  em que cada signo começa e termina, fazendo todo tipo de conta mirabolante, até que depois de quase desistir olhe pela  última vez para aqueles quadrinhos malditos, e o que eu vi? Pernas... Era apenas contar o número de pernas das figuras?!

Mestres em Dead Rising 2

As batalhas contra os mestres de Dead Rising 2 são extremamente difíceis, principalmente se o jogador não estiver preparado com itens bons para aquele momento, ainda existem os agravantes do tempo apertado e de que o jogo não tem checkpoints, o que significa que se o jogador morrer ele terá que carregar o seu último save, perdendo preciosos minutos de jogo, experiência e itens. Mas o que realmente me assombra é que eles não são zumbís mega poderosos, eles são apenas pessoas bizarras em um nível que apenas produtores japoneses sabem criar. Eu estava tentando escolher o mais bizarro deles para comentar, mas é quase impossível escolher o pior. O mágico e seu ajudante, o nerd, o guarda do shopping, o cara da loja de brinquedos, a cantora decadente... Todos tem suas peculiaridades, e tem apenas em comum: Uma resistência absurda e a grande capacidade de irritar o jogador.

Torres de lâminas em God of War

No primeiro God of War, depois de ser morto Kratos vai para o submundo, e é lá que se encontra a representação física do inferno. A parte das torres de lâminas além de ser um momento muito difícil e que pede uma precisão absurda, é muito bugada, e facilmente pode derrubar ou matar um jogador sem que ele sequer saiba onde errou. Em uma entrevista, um dos produtores do jogo confessou que devido a uma agenda apertada, eles não tiveram tempo de dar essa parte do jogo para que os beta testers pudessem testar a dificuldade e os possíveis problemas.

Tutorial do primeiro Driver

Qual deve ser o momento mais difícil de um game? O final certo? Os produtores do primeiro Driver acharam que não, e colocaram o desafio mais cruel e complicado como tutorial do jogo. O objetivo era executar uma lista de manobras complicadas em um curtíssimo espaço de tempo. Por esse motivo, nunca conheci a segunda missão de Driver, e fiquei recluso ao modo Take a Ride. E não é que esse fantasma do passado voltou para me atormentar  mais uma vez? Em Driver: San Francisco, é possível desbloquear e comprar o Delorean, e ao se atingir 88 MPH com ele, é liberado um desafio secreto chamado Blast from the Past, que é simplesmente um remake desse tutorial, pronto para frustrar novas gerações.

Inimigos com RPGs/Bazookas

Double chaos em Resident Evil 4
Se algum leitor aqui pretende um dia trabalhar com games, vou dar uma dica valiosa: Não dê uma bazooka para os inimigos. Como todos sabemos, a inteligência artificial nos games ainda está longe de ser perfeita, e dar uma arma dessas para um inimigo é certo de que não vai dar certo. Na melhor das hipóteses, ele irá atirar em uma coluna próxima a ele, matando todos inimigos que estão em volta, mas o que realmente acontece nessa situação é o jogador morrer sem sequer saber de onde veio o tiro. Isso fica bem claro em algumas missões ativadas nos carros de polícia de GTA IV, onde o jogo aleatoriamente cria um grupo de inimigos e dá armas variadas para eles, e sempre vai ter alguém com um lança mísseis pronto para te matar assim que você chegar na área da missão.

Menções Honrosas: Passar por dois chefes sem nenhuma argola no final de Sonic 2, todos os mestres de Devil may Cry 3, Bella Sisters em Resident Evil 4, inimigo no alto da represa em Duke Nukem Forever, falso travamento em Batman: Arkham Asylum, corrida contra o piloto de fuga em GTA: Vice City, quinto mundo de Super Meat Boy e perder saves.

E vocês, são assombrados por algum momento frustrante / complicado / bizarro?

5 comentários :

  1. bahhh, aquele puzzle do silent hill eu fiquei preso tbm, um tempão!!! bah eu descobri só comprando uma revista na época

    ResponderExcluir
  2. no resident evil 3 tem um, acho q é o ultimo do jogo que tem q fazer tres linhas iguais a primeira foda pra carai...

    ResponderExcluir
  3. Lembro que muita gente travou neste puzzle do Silent Hill, mas eu passei sem ajuda, e depois falei para alguns amigos. Silent Hill tem muito puzzles dificeis como o do piano. Excelente jogo!

    ResponderExcluir
  4. I wanna be the guy=Todas as partes(Um joguinho indie quase impossivel.)
    Chegar na oitava pagina do slender mas perder o jogo antes de pega-la.
    God Hand no normal=Todos os chefes(Só é decorar os movimentos deles,mas se errar ferrou.)
    Iji no ultimo chefe,na dificuldade ultimortal com o maximum charge do chefe ativado(Outro jogo indie muito bom,ele lembra another world pelos gráficos.)
    Serious sam(todas as partes com muitos inimigos.)
    Ficar embaixo de algum carro no gta San andreas.

    Ficar sem munição no Counter Strike.

    Entrar em uma sala cheia de Sentrys no team fortress 2 >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais alguém conhece o iji!!! olha como baixar o jogo
      http://www.obviorelativo.com/2010/11/conheca-iji-um-game-viciante.html

      Excluir

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...