domingo, 16 de março de 2014

Now Playing - Undead Nightmare, Blood Dragon e Festival of Blood


Com o fim da geração, estou correndo atrás do que de importante deixei passar. Uma coisa da qual usufruí muito pouco foram os DLCs. A grande quantidade de conteúdos adicionais feitos de maneira ruim, às vezes cortando parte do conteúdo de um jogo para vendê-lo separadamente, me afastaram da minoria que realmente vale a pena. Recentemente revisitei três jogos que gosto muito, mas não para rejogá-los, e sim para viver novas experiências dentro daqueles "mundos".

Red Dead Redemption: Undead Nightmare leva o já batido tema de zumbis para o velho-oeste, inFamous 2: Festival of Blood coloca Cole dentro de uma fábula de Halloween e Far Cry 3: Blood Dragon ressuscita a temática de filmes trash de ficção cientifica dos anos 80.

Undead Nightmare traz poucas mudanças nos cenários, a maioria das cidades do jogo, para mostrar que foram atacadas por zumbis, apenas estão desertas e com algumas partes pegando fogo.

Os mortos-vivos existem em grande variedade e quantidade, é muito difícil ver dois iguais. Além dos zumbis humanos, a fauna do jogo também foi transformada e está ainda mais agressiva. Cavalos zumbis, que podem ser cavalgados sem problemas, mas o ideal é ir em busca dos cavalos especiais, tematizados como as montarias dos quatro cavaleiros do apocalipse.

Desses três DLCs, esse é o que a jogabilidade mais se difere do jogo principal. Enquanto em RDR o jogador precisa estar sempre atrás de alguma proteção para evitar os tiros dos inimigos, aqui é sempre preciso estar em movimento para evirar ser alcançado pela horda de zumbis. Os inimigos, como é de se esperar, são extremamente resistentes, há não ser que se dê um tiro certeiro nem suas cabeças. Em pouco tempo de jogo já percebi que o único jeito de se conseguir vencer com a pouca quantidade de munição que o jogo te dá é usar basicamente apenas a habilidade dead eye (para dar headshots certeiros ) e as execuções (que eliminam a maioria dos inimigos instantaneamente).


Festival of Blood faz um ótimo trabalho em tematizar a cidade de New Marais para essa nova história. O DLC se passa durante um festival que é uma mistura de halloween e mardi gras.

A maioria das ruas está fechada para carros e lotada de pedestres fantasiados, barraquinhas e palcos com apresentações. no topo de vários prédios há balões gigantescos complementando o visual. Os vampiros existem em pouca variedade, divididos em algumas classes, algumas sendo bem chatas de se derrotar.

Há menos novos poderes do que se é esperado, a única habilidade que se destaca é a de se transformar em uma revoada de morcegos, que deixa a navegação pelo cenário muito mais rápida, mas precisa ser recarregada constantemente se alimentando do sangue de transeuntes. O combate funciona basicamente da mesma maneira que em inFamous 2, o único detalhe diferente aqui é a possibilidade de se cravar a nova estaca/cruz de Cole nos inimigos, os eliminando definitivamente.


Blood Dragon é o que mais se difere do jogo original, trazendo um novo enredo e personagens. Ele teoricamente é em um cenário novo, mas o mapa não reflete a criatividade vista em outras partes do jogo, é basicamente uma ilha com algumas bases futuristas sem muita variedade.

A maioria dos veículos e animais da ilha não mudaram, eles apenas sofreram um pequeno upgrade visual, com muito neon. Os inimigos, apesar de agiram basicamente da mesma maneira de FC3, aqui são "ciborgues" de filme trash muito bem retratados, com suas roupas largas e toscas.

A jogabilidade de Blood Dragon é basicamente a mesma,excluindo mais habilidades do que acrescentando novas. As armas são diferentes das do jogo principal, mas a maioria não funcionando de maneira muito diferente, mas há certos upgrades que as deixam com um poder de fogo gigantesco e o jogo muito fácil. E é claro, há os dragões que dão nome ao jogo, criaturas extremamente fortes que você provavelmente vai querer evitar (pelo menos até conseguir a arma final ultra-poderosa).


O que todos tem em comum é a sua curta duração, terminei os três em poucas jogadas. Outra coisa que os liga é o fato de terem histórias que não se levam a sério e que não são canônicas para o jogo principal.

Eles são uma boa pedida para quem, como eu quer jogar mais um poco desses jogos. Além disso, Festival of Blood e Blood Dragon também são uma boa pedida para quem quer experimentar esses jogos sem precisar gastar muito dinheiro com a versão completa, pois os dois são stand-alone (não necessitam do jogo principal para se jogar) e não tem spoilers da história principal.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...