domingo, 22 de abril de 2012

TimeLine Super Mario - Parte 7


Traduzido pelo Mangekyou54 do Nerd, Uai! 

Depois de dois consoles lutando com as vendas, o Nintendo Wii recapturou a atenção do mundo. Enquanto Wii Sports colocou até as vovós jogando boliche na frente da TV, a maioria dos verdadeiros fãs da Nintendo queria mesmo era colocar as mãos em Super Mario Galaxy.
A fábula continua basicamente a mesma. Bowser sequestra Peach (e seu castelo inteiro) outra vez, desta vez jogando Mario para o espaço sideral enquanto foge com o Reino dos Cogumelos. De lá, ele tem que pular de planeta a planeta com várias leis de gravidade diferentes e superar muitos desafios.

Para algo que carrega o fardo de ser a próxima grande evolução nos jogos de Mario, Galaxy claramente tem um olho no passado. As influências de Mario 64 se fazem sentir forte. Os cogumelos mágicos e as flores de fogo estão de volta, e como novidade vêm as fontes de super pulo e flores de gelo. Caixas com interrogação, canhões que atiram Mario, aeronaves, goombas... Tudo estava de volta. Mario ganha uma roupa de abelha na Galáxia das Colméias e se disfarça como um Boo numa galáxia assombrada.

O objetivo de Miyamoto era criar um Mario que atraísse o grande público casual do Wii e ao mesmo tempo satisfizesse os jogadores dedicados. O resultado acabou não sendo diferente em 2007 do de 1985: um jogo equilibrado, sempre bom, sempre envolvente, sempre interessante, nunca maçante, projetado de maneira amigável e surpreendente. Cada galáxia apresentava um desafio diferente e empolgante, que pode ser dominado naturalmente usando o esquema de controle do Wii e uma variedade incrível de leis da Física. Um balançar do Wii remote nocauteia os inimigos, enquanto a ponta mira e atira fragmentos de estrelas neles, ou ajuda Mario a atravessar áreas perigosas.

Também em 2008, a Nintendo lançou Super Smash Bros. Brawl, uma sequência muito esperada que coloca dezenas de personagens da Nintendo lutando entre si e ainda trouxe Solid Snake, um presente da série Metal Gear da Konami (seu criador, Hideo Kojima, é fã dedicado de Mario há muito tempo).

Mario mostrou seu rosto no Wii muitas outras vezes. Ele jogou tênis, andou de kart, dividiu os holofotes com seu velho rival Sonic em três jogos olímpicos, e até dançou na versão de Wii de Just Dance 3.

Mas no final de 2009, a Nintendo finalmente lançou o jogo de Mario que os fãs estavam esperando desde Yoshi’s Island no SNES: uma aventura lateral 2D para um console de mesa. New Super Mario Bros. Wii traz uma experiência em plataforma inspirada diretamente nas antigas aventuras de Mario, embora ele tenha novas roupas, como a de pingüim e de jato, tudo para enfrentar os novos desafios.

Mas a maior mudança é que Mario agora podia receber a ajuda de três amigos simultaneamente num modo cooperativo, um controlando Luigi e os outros, dois Toads. New Super Mario Bros. trouxe o total de aventuras de Mario no Wii a dois (no caso, em termos de jogos “principais”, não contando esportes, kart, etc.). Isso já é mais que o GameCube recebeu. Mas no começo de 2010, os donos de Wii ganharam um terceiro jogo de Mario: Super Mario Galaxy 2. A aventura recebeu elogios por toda parte. Aliás, a IGN deu a nota máxima, 10.

Super Mario Galaxy 2 levou o encanador de volta à órbita, perseguindo Bowser para resgatar Peach (nada de Rosalina desta vez). Galaxy 2 aprimora a experiência do original, com quebra-cabeças de gravidade e fases impensáveis, grandes como um planeta de verdade! Mas desta vez, Yoshi se junta a Mario na aventura e você não precisa mais terminar o jogo para habilitar Luigi (o irmão de Mario é encontrado bem no começo da aventura). Roupas novas também foram desenhadas, como o Mario “nuvem”. Será que essas roupas ficarão para sempre como tantas outras?

Para a nova geração a Nintendo já mostra que manterá sua formula infalível. Em Super Mario 3D Land, lançado recentemente, a volta de elementos clássicos, como a tanooki suit já deixou os mais nostálgicos em fervorosa, e no recém anunciado New Super Mario Bros. 2, ela promete ainda mais coisa que farão os fãs chorarem.
Tannoki suit em Super Mario 3D Land e New Super Mario Bros. 2

A maneira como as pessoas reagem a Mario é uma coisa especial. Várias culturas completamente diferentes o abraçaram como seu. Ele atravessou o mundo de antes da internet e hoje aparece até na MTV, sem mudar nada desde o seu primeiro pulo. Num mundo frenético cheio de idas e vindas e num mercado dominado por jogos de tiro ou “mais adultos”, Mario é o eterno otimista. Nada é impossível. Pode ser feito. E você pode se divertir enquanto faz.

Shigeru Miyamoto só queria fazer um avatar fácil de usar. Ao invés disso, ele deu ao mundo o primeiro ícone dos jogos modernos, sejam de videogame ou não. Falando em poucas palavras, Mario significa “jogar”. E isso nunca mudará.

Fim da TimeLine Super Mario.
Fonte : IGN

Semana que vem começa a votação para o próximo tema.


Um comentário :

  1. Falando em poucas palavras, Mario significa “jogar”. E isso nunca mudará.

    concordo plenamente.

    ResponderExcluir

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...