terça-feira, 7 de dezembro de 2010

TimeLine - The Legend of Zelda - Parte II - Zelda II: The Adventure of Link


Mudando de Direção

O sucesso do primeiro Zelda foi total e absoluto, por isso, quando chegou a hora de uma sequencia, poucos estavam em posição de questionar a mudança de direção proposta. A capacidade de salvar acrescentou algo muito novo nos consoles, os designers estavam ansiosos para ver como isso poderia ser aplicado a outros tipos de jogos. Na época do primeiro jogo, fez sentido misturar uma história épica com a ação arcade que era ainda tão popular. Esse desejo de fundir os gêneros foi precisamente o que levou ao primeiro Zelda, e enquanto a sua sequencia era diferente, mas a filosofia experimental permaneceu a mesma.

Zelda II: The Adventure of Link chegou na mesma época que foram lançados Dragon Quest e a versão japonesa de Wizardry, que ajudaram a impulsionar o RPG para um novo nível de popularidade no Japão e uma onda de jogos de plataforma Side-scrolling apoiados na popularidade de Super Mario Bros, então Miyamoto e sua equipe resolveram tentar combinar esses dois gêneros em algo novo. Ele ainda teria um mapa aéreo para explorar, magias, um sistema de subida de niveis, cidades, mas a ação tomaria a forma de um jogo de plataforma side-scrolling.

A jogabilidade não foi a única coisa que mudou. O estilo de arte, pela primeira vez, assumiu um estilo um pouco mais dark, um ar mais adulto, e com um personagem que parecia ser um adolescente e não mais uma criança pequena. Até mesmo a música mudou um pouco com a saída do Koji Kondo.

Enquanto o jogo era um novo ponto de partida para a série, o enredo foi uma sequencia direta, seguindo Link em suas lutas contra os seguidores de Ganon, que buscavam sua ressurreição derramando de sangue Link. Isso ajudou a legitimar o que parecia ser um estranho spin-off. Nos Estados Unidos e Europa, o nome deZelda II tinha um grande peso, e os fãs do primeiro jogo embarcaram na nova aventura de Link. Mesmo ele nunca tendo conseguido se igualar ao sucesso do primeiro jogo, vendeu mais de quatro milhões de cópias.

No entanto, a história pode ser por vezes inesperadamente dura, e o legado de Zelda II foi manchada, por culpa de comparações com o jogo original. The Adventure of Link é, sem dúvida, o ovelha negra da série, não só diferente, mas é difícil, lento, e falta o encanto de seu irmão. Apesar de seu sucesso, a Nintendo nunca mais tentou reproduzir esse tipo de experimento, e foi o estilo do jogo original que permaneceu definitivo quando a série foi continuada.
Fonte: IGN (inglês)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...