segunda-feira, 23 de maio de 2016

Underground - Versões obscuras de videogames famosos [Parte 2 - Sega]


Continuando aquele post de março, onde eu listei versões desconhecidas de consoles da Nintendo, hoje vou fazer o mesmo com as criações obscuras da Sega (basicamente só versões do Mega Drive).

TeraDrive e Mega PC

Como todos sabem, a industria de consoles morreu no final dos anos 80, só vindo a renascer com o lançamento do NES. Nesse período, os computadores se tornaram o substituto para quem queria jogar. Mesmo depois da volta dos videogames, a Sega em parceria com outras empresas, decidiu que seria uma boa ideia lançar uma mistura de Mega Drive e PC.

Mega PC
Em 1991, a IBM lançou no Japão o Tera Drive, um computador 286 que tinha integrados em sua placa mãe os componentes do Mega Drive. Com ele vinha instalado o jogo Puzzle Construction, que utilizava os componentes do PC e Mega simultaneamente, sendo basicamente um jogo na arquitetura x86 rodando em parte do hardware do console. Mais jogos assim foram prometidos, mas nunca lançados, devido ao fracasso de vendas do TeraDrive.

Já o Mega PC, lançado na Europa em 1993 pela Amstrad tinha os hardwares de PC e Mega separados, não tendo nenhum tipo de interação entre eles. Assim como seu irmão japonês, o Mega PC também foi um fracasso, principalmente devido ao seu alto preço em comparação a outros computadores 386 da época (que já estavam ficando ultrapassados).


LaserActive Sega Pac

E ainda falando em misturar aparelhos, em 1993 a Pioneer lançou o LaserActive, um player de LaserDiscs (você não sabe o que é um laser disc? é tipo um DVD gigante). O diferencial desse player em comparação com os concorrentes, é que ele tinha parceria com diversas empresas para lançar periféricos que adicionavam várias funções à ele, como de PC e Karaokê e TurboGrafx-16. Mas o que interessa aqui é a Sega, e foi lançada uma expansão que trazia para o aparelho jogos de Mega Drive e Sega CD. Ainda foram lançados jogos em um formato exclusivo, o Mega LD, alguns eram apenas ports dos jogos do Sega CD para LaserDisc, mas existem poucos e raros jogos que existem apenas nesse formato, como Don Quixote: A Dream in Seven Crystals, Back to the Edo, Hyperion e Hi-Roller Battle.



Mega Jet

Assim como o bem conhecido Master System Super Compact, lançado pela Tec Toy no Brasil, a Sega japonesa também lançou um aparelho similar. O Mega Jet era uma versão de mão do Mega Drive que necessitava de uma TV e de alimentação externa para ser jogado. Ele foi inicialmente disponibilizado em voos da empresa aérea JAL e em 1994 chegou às lojas.

Posteriormente o hardware do Jet seria usado como base para a criação do Nomad, um Mega Drive REALMENTE portátil.


HeartBeat Personal Trainer

O Heartbeat é a versão mais rara do Mega Drive, foram fabricadas apenas mil unidades dele, quando lançado nos EUA em 1993. Além de todos os jogos do Mega funcionarem normalmente nele, ele tinha como diferencial sensores de movimento e de batimentos cardíacos.

O único "jogo" que fez uso desses periféricos exclusivos do Heartbeat foi Outback Joey, que vinha com o console.


Aiwa Mega CD

Não, não coloquei uma imagem de um aparelho de som genérico na postagem sem querer, esse aí é o Mega Drive e Sega CD lançado em parceria com a Aiwa em 1994 apenas no Japão. Ele também é considerado raro.

Wondermega e CDX

Além do radinho acima, outras versões do Mega Drive com o Sega CD embutido foram lançadas.

O Wondermega, lançado pela JVC em 1993 tinha como diferencial um controle sem fio incluso em uma das versões do aparelho.

O CDX (ou Multi-Mega), lançado em 1994, tinha a pretensão de ser um bom concorrente para os discmans da época (apesar de maior e mais pesado que os outros), além de rodar os jogos em cartucho e CD da Sega. Dentre todos os aparelhos listados aqui hoje, esse foi o único lançado no Brasil oficialmente. Essa é considerada por colecionadores uma das versões mais legais do Mega Drive.

Divers 2000 series CX-1 Dreamcast

Para não falar que fiquei apenas no mega Drive, aqui temos uma TV com um Dreamcast embutido lançada pela Fugi em 2000. Uma TV bem estranha, por sinal, pois não só bastava ela ter esse formato bizarro, ela ainda tem luzes que piscam na lateral durante os jogos. Ela também vinha acompanhada da câmera do console (a Dreameye), um controle remoto e um teclado.


Fonte: SegaRetro

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...