quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Underground - O passado obscuro de grandes produtoras (parte 3)


Como prometido à algum tempo, continua hoje a série de postagens sobre jogos que vocês provavelmente não conhecem lançados por estúdios famosos.

Nintendo

Um ano antes do lançamento do NES nos EUA e de Super Mario Bros., Miyamoto e sua equipe estavam trabalhando a todo vapor para lançar o maior número possível de jogos para o Famicom no Japão.

Um desses títulos é Devil World, uma espécie de Pac Man onde o jogador deve controlar um dragão com uma cruz e coletar todos os pontos de um labirinto. No topo da tela fica um demônio que comanda os inimigos que perseguem o jogador.


Devido às restrições da Nintendo of Ameria em relação a representação de símbolos religiosos nos games, Devil World nunca foi lançado nos EUA, apesar do fato de ele já ser todo em inglês e ter chegado na Europa.

Guerrilla

A hoje Guerrilla Games, estúdio Holandês da Sony responsável pela série Killzone, teve como primeiro jogo, quando ainda se chamava Lost Boys Games, algo bem diferente de seus jogos de guerra futurista. Big Brother: The Game foi lançado em 2000 e como vocês devem estar imaginando, é basicamente um The Sims, só que com pessoas fúteis candidatas à ser sub-celebridades... Mentira, é um Pac Man:


Essa abominação do vídeo acima hoje em dia seria normalmente lançada no Facebook como joguinho social para divulgar o programa, mas 13 anos atrás ele foi distribuído pela Infrogames (atual Atari) e lançado em disco.

Enix

Na primeiro parte, um leitor sugeriu que eu falasse de certos jogos do inicio da Enix (antiga concorrente da Square nos RPGs que no fim juntou forças com a "inimiga").  Quando fundada em 1982, a Enix tinha uma proposta diferente, onde em vez de contratar desenvolvedores para trabalhar em games específicos, ela fazia concursos para que desenvolvedores amadores mandassem jogos para ela, e os melhores ganhariam um prêmio e seriam distribuídos pela empresa no Japão.

Como esperado, a maioria dos jogos era de extrema má qualidade e parte dos que foram escolhidos para serem lançados eram jogos hentai e infelizmente nenhum é cópia de Pac Man.

Guest Mariko Hashimoto era um simples jogo onde o objetivo era proteger uma imagem estática de uma garota de ser esfaqueada por mão que surgem de uma lateral da tela. depois de cada rodada vitoriosa, uma peça de roupa da personagem era retirada como forma de agradecimento.

Mas o jogo anterior era leve se comparado com Lolita Syndrome, uma coleção de minigames onde o objetivo de todos era arrancar a roupa de garotinhas das formas mais sádicas possíveis.

Quatro anos depois a empresa se redimiu de todo seu passado "sombrio" com o lançamento de Dragon Quest.

Fontes: Wikipedia (1, 2), Moby Games e Cracked

4 comentários :

  1. nossa do big brother os caras deve ter demorado menos de dois meses pra fazer ele que joguinho simplório kkk e ainda foi lançado em disco puts tinha que ser a atari que já tava mal das pernas pra fazer isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade quem distribuiu foi a Infrogames (de Driver e Alone in the Dark), que na época estava muito bem. A antiga Atari já tinha falido na época e em 2001 a Infrogames comprou a marca dela e trocou de nome para Atari.

      Hoje em dia a Atari/Infrogames também está quase falindo,

      Excluir
    2. verdade tinha me esquecido XD

      Excluir

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...