terça-feira, 16 de abril de 2013

Making of - Pong (Parte 3)


Traduzido pelo colaborador Henrique

Quando os 50 gabinetes comprados por Ted Dabney chegaram, a Atari começou a contratar trabalhadores locais para ajudar a montar as máquinas de Pong que dariam o pontapé inicial em sua produção em massa. Com a falta de experiência da Atari na fabricação, a produção das primeiras versões provou ser um exercício de tentativa e erro. Em seguida, a Atari tinha que determinar um preço. Eles sabiam que tinha que ser menos de 1000 Dólares para ser competitivo, e o custo de produção da máquina era de cerca de 300 Dólares. Um dia, Dabney olhou pela janela e viu 937 em uma placa de carro, e ele disparou: a Atari iria cobrar 937 dólares por máquina.

Em um dos primeiros dias, quando as primeiras 50 unidades ainda estavam sendo construídas por Alcorn e Dabney, Bushnell ficou olhando passivamente acompanhando o processo. Dabney olhou para cima e disse: "O que você está fazendo? Você tem que ir vender essas coisas". De acordo com Dabney, Bushnell ficou branco como um fantasma. Ele caminhou para seu escritório como se enfrenta uma tarefa impossível. Uma hora e meia depois, Bushnell voltou, pasmo. Ele tinha acabado de vender 300 unidades de Pong para três clientes diferentes.

Primeiro panfleto de divulgação de Pong
Para cobrir o custo das unidades adicionais, a Atari obteve uma linha de crédito de um banco local. Em seguida, Dabney recebeu a encomenda de mais 50 gabinetes. Poucos dias depois, o marceneiro entregou as unidades. Eles não tinham lugar para armazenar tudo. Por sorte, no mesmo dia alguém na Atari notou que um de seus vizinhos do complexos de escritório tinha se mudado de forma inesperada. Dabney pegou uma serra e abriu um buraco na parede, atravessou, e abriu a porta de trás - instantaneamente dobrando a metragem quadrada da empresa. Mesmo com esse espaço extra, com a propagação do Pong, a Atari percebeu que precisaria de muito mais espaço.Alugaram uma pista de patinação vazia nas proximidades e contrataram mais trabalhadores, contrataram qualquer um que conseguiam encontrar: alguns na rua, e alguns nas filas de desemprego. Esses novos trabalhadores trouxeram desafios. Alguns usavam drogas ilegais no chão de fábrica, outros roubaram os aparelhos de TV. A Atari estava aprendendo a ser uma empresa enquanto crescia dia a dia.

Ainda assim, ela teve problemas para dar conta da demanda de novas máquinas de Pong. "Nós não fizemos nenhum marketing para esse jogo", lembra Dabney. "Ele se espalhou de boca em boca." Quando as máquinas de Pong quebravam, muitos compradores enviavam suas placas de volta para a Atari para Alcorn corrigi-las. Poucos meses após o lançamento do jogo, eles começaram a perceber que algumas das placas que eram "devolvidas" obviamente não tinham sido feitas pela Atari. Empresas de todo os EUA tinham copiado o circuito principal de Pong e começado a fabricar clones da máquina, só que sob novos nomes.

Logo, dezenas de jogos estilo Pong inundaram o mercado, cópias diretas do trabalho da Atari. Bushnell ficou furioso, mas com a produção em plena capacidade, a equipe logo percebeu os clonadores não iriam realmente roubar parte de seu  negócio. "Nós vendíamos tantos quanto nós poderíamos fazer", diz Alcorn, "Mas nós não podíamos vender tantos quanto o mercado queria, então os outros caras apareceram e supriram a necessidade. "
Pong Doubles

Em alguns aspectos, a clonagem foi até boa para a Atari. A explosão drástica de clones de Pong garantiu que o fenômeno se espalhasse ainda mais rápido do que a máquina da Atari teria condições de fazer por si só, expandindo a demanda por novos jogos. Em uma última análise, a Atari vendeu algo entre 19.000 e 35.000 máquinas de Pong (dependendo de quem você perguntar), fornecendo capital suficiente para o crescimento da empresa de Bushnell e Dabney. Outros jogos foram produzidos, mas poucos foram tão populares como Pong.

Em face dos clones intermináveis, Bushnell decidiu que a única maneira de manter a competitividade era inovar. Na primeira tentativa, a Atari lançou derivados, como o Pong Doubles, para quatro jogadores, e depois mudou para estilos de jogo diferentes, como Space Race, Gran Trak 10 e Breakout.

Em 1975, Alcorn e Harold Lee projetaram uma versão caseira de Pong, que deu início a uma outra batalha entre clones. De certa maneira, o sucesso surpreendente de Pong ajudou a alavancar tanto o mercado dos arcades como o dos consoles caseiros, mesmo ele não tendo sido o pioneiro em nenhuma das duas áreas.

Texto original: Edge

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...