domingo, 22 de janeiro de 2012

TimeLine Street Fighter - Parte 4: Além dos games


Sempre enchendo os fliperamas e com os ports para consoles em todas as listas de melhor do ano, Street Fighter II se tornou o jogo vindo dos arcades com o maior número de vendas da história. Torneios patrocinados que acontecem até hoje deram origem a jogadores lendários, como Daigo Umehara e Alex Valle. Além dos jogos principais, os lutadores do jogo apareceram na série de paródia Pocket/Puzzle Fighters, além de fazerem participações em vários outros jogos.

Chun-li no fundo do cenário de Final Fight 2
Já movimentando bilhões de dólares, é óbvio que a franquia iria chamar a atenção das outras áreas do entretenimento.

Foi assim, que em 1994 surgiu o filme Street Fighter, com grandes nomes de Hollywood, como Jean Claude Van Damme e Raul Julia (seu último papel antes de falecer no mesmo ano). O filme conquistou as crianças da época e faturou 100 milhões de Dólares. Hoje em dia, ele é mal visto pelos fãs, principalmente pelo enredo estranho e por se focar em Guile, em vez de Ryu e Ken, protagonistas dos jogos.

Esse filme deu origem a um jogo, do qual participam boa parte do elenco do filme (inclusive Van Damme), e que mais parecia um Mortal Kombat que um Street Fighter (nesse post do blog, vocês podem ver fotos dos bastidores do jogo).

E também foi dele que surgiu o desenho animado americano, que assim como o filme, se focava em Guile. Ele não foi muito bem aceito, e durou apenas 26 episódios antes de ser cancelado.

Por mais bizarra que pareça a ideia, os personagens de Street Fighter chegaram também a fazer parte da linha de brinquedos americana G.I. Joe (Comandos em Ação). Muitos outros brinquedos e uma coleção de Card Games também surgiram na época.

Os japoneses não ficaram para trás, e também produziram seu próprio filme, uma animação chamada Street Fighter II: The Animated Movie, considerada pelos fãs muito superior ao filme live-action, por seguir mais fielmente a história original. Ele ficou conhecido por ter tido boa parte de uma cena, onde Chun-li tomava banho, censurada no lançamento ocidental.

Foi do Japão que também veio a série Street Fighter II: V (também chamada de SFII: Victory), que ficou muito famosa no Brasil ao ser exibida pelo SBT, e tem cenas lembradas até hoje, como o longo treinamento de Ryu para conseguir executar o Radouken. As músicas do desenho, também foram marcantes, e são consideradas algumas das melhores composições já criadas para a franquia.



No entanto, nessa época Street Fighter já não era mais o grande foco dos jogadores de fighting games. Em 1993 foi lançado Mortal Kombat II, considerado por muitos fãs o melhor da série. Muitos outros já inundavam o mercado, como Darkstalkers, ClayFighter, Eternal Champions, Primal Rage, Rise of the Robots, X-Men: Children of the Atom, vários jogos baseados em animes, de Dragon Ball Z a YuYu Hakusho. Além de Virtua Fighter, com os primeiros passos rumo ao 3D o gênero.
YuYu Hakusho: Sunset Fighters e Virtua Fighter
Street Fighter precisava dar seu próximo passo o mais rápido possível. E a intensa pressão dos chefes, que queriam mais jogos em um curto espaço de tempo, fez com que quase metade da equipe por trás de SF II saísse da Capcom, e fosse contratada em seguida pela SNK.

Fim da Parte 3.
Fonte: IGN (inglês)

6 comentários :

  1. O desenho americano era ruim, mas sinceramente acho japonês ainda pior. Nem digo isso por detestar animes é porque esse desenho era chato mesmo: parado, levava dias para acontecer alguma coisa e quando acontecia era um tédio só...

    ResponderExcluir
  2. eu ja tenho opiniao contraria haha gostei do desenho japones do street, a luta do ken contra o vega era foda.

    Isso me fez lembrar do anime do fatal fury que era legal tambem.

    ResponderExcluir
  3. A melhor época da minha vida, tenho até hj as figurinhas das balinhas do Street Fighter.

    ResponderExcluir
  4. O desenho japones Street Fighter Victory foi um dos melhores animes que já assisti até hoje.

    ResponderExcluir
  5. O anime e um dos melhores ja feitos até hoje a historia as lutas tudo muito bom fora o estilo dos desenhos super bem feitos

    ResponderExcluir
  6. O desenho japones é sensacional.Street Fighter V parado?! Era ação do inicio ao fim.. Acho que o rapaz do 1º comentario viu um desenho diferente e se confundiu.

    ResponderExcluir

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...