domingo, 28 de agosto de 2011

TimeLine Rare: Parte VII - Os primeiros jogos para o X360


Com o novo console da Microsoft a caminho, os Stampers começaram a trabalhar duro nos primeiros jogos do Xbox 360, e o tempo não estava do seu lado. Ao invés de começar do zero, as equipes da Rare retomaram dois projetos que tinham sido pensados inicialmente como títulos de GameCube. O primeiro foi  Kameo: Elements of Power, a história de uma elfa com o poder de se transformar em criaturas elementais, que lhe dão poderes para derrotar inimigos e resolver puzzles.

Perfect Dark Zero, um prequel do prmeiro jogo de Joanna Dark, fez sua primeira aparição no Nintendo Spaceworld 2000, mas desapareceu logo após. Quando faltava cerca de 12 meses para a conclusão do jogo para o Xbox original, o projeto foi transferido para o 360. Seu multiplayer se tornou a plataforma de teste para a Xbox Live do novo console.
Perfect Dark Zero


A vantagem que a Rare teve na concepção e produção valeu a pena. Ambos os jogos foram considerados os melhores títulos do lançamento do Xbox 360, e venderam milhões de unidades.

Um terceiro jogo, que começou com um conceito de Tim Stamper chamado Your Garden, foi desenvolvido pela equipe de Banjo-Kazooie durante quatro anos. Viva Piñata, facilmente o jogo mais leve produzido pela Rare em anos, é um game onde os jogadores precisam cuidar de uma fazenda (conceito em alta atualmente) para atrair animais-piñatas, que podem ser domesticados.

Foi considerado por muitos o melhor jogo da Rare desde a compra da Microsoft, chegando a ganhar alguns prêmios e uma série animada na TV. Ele foi um dos títulos de lançamento do XBox 360 brasileiro, sendo o primeiro jogo do console a ser totalmente dublado em português.

Apesar das grandes notas, as vendas não foram nada impressionantes. Em uma entrevista, o porta-voz da Rare, James Thomas, deu uma declaração sincera, onde criticou a Microsoft por colocando toda a sua força de marketing no lançamento de Gears of War, deixando Viva Piñata no anonimato.

Apenas alguns meses depois, em 02 de janeiro de 2007, Tim e Chris Stamper anunciaram que estavam deixando a empresa que haviam fundado 25 anos antes. Nenhuma razão foi dada, além do padrão "para perseguir outros interesses".

Fim da parte 7.
Fonte: IGN

Siga o nosso Twitter, o @NeoGamerbr para acompanhar as próximas partes.


Um comentário:

  1. Esta série de posts sobre a Rare está muito boa, o blog está de parabéns.

    ResponderExcluir

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...