quinta-feira, 3 de março de 2011

OldReview - Broken Sword: The Shadow of the Templars (1996)


Estou me tornando um grande fã de adventures, depois de ter jogado a maioria dos Adventures clássicos da Lucas Arts e os recentes da Telltale, resolvi partir para Broken Sword, uma série que eu queria jogar faz um tempo. Após ter descoberto que a versão Director's Cut tem algumas cenas retiradas ou censuradas e a melhora gráfica não foi tão grande, decidi jogar primeiramente a versão original com a ajuda do ScummVM.

Broken Sword lembra um pouco o terceiro Monkey Island, com ótimas animações em 2D, seus gráficos tem um estilo artístico muito bonito com lindos cenários desenhados à mão. A dublagem dos personagens principais é muito boa, já os personagens secundários, mesmo tendo uma boa atuação, tem suas falas captadas com qualidade visivelmente inferior. As músicas são bonitas e dão um clima bem legal ao jogo.


Mesmo tendo uma história mais séria, o jogo tem um personagem principal muito carismático e divertido, ao analisar um objeto ou encontrar certas situações, George Stobbart não apenas os descreve como em outros adventures, ele narra de forma muito divertida, como se ele estivesse contando a história de sua aventura para outra pessoa anos depois.

A história do jogo envolve uma conspiração de assassinatos, sociedades secretas e a busca pelo artefato que dá nome a série. O jogo se passa em países como Espanha e Síria, mas a maioria dos fatos acontece em Paris, na França, onde George, que era apenas um turista se vê, junto com sua nova amiga e repórter Nico tentando desvendar os segredos dos templários.

Broken Sword: The Shadow of the Templars foi lançado originalmente em 1996 para PC e Playstation, nos EUA ele teve seu nome mudado para Circle of Blood. Em 2002, teve uma versão para GBA,  e mais recentemente foi lançada uma versão Director's Cut para Wii, DS, iphone, iPad e PC, que como já foi comentado, teve cenas violentas censuradas, uma diminuição na quantidade de objetos interativos e nesta versão, nesta versão também é impossível morrer, o que retira algumas das cenas mais engraçadas do jogo original.
PC e GBA

Wii e DS


Trailer

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...