terça-feira, 1 de maio de 2012

Science of Games - Mega Man




Traduzido pelo leitor Henrique

Na coluna Science of Games desta semana, o Gametrailers conversa com um pesquisador especialista em Inteligência Artifical (IA) sobre as perspectivas da criação de androides e discute a possibilidade da existência de esconderijos secretos em vulcões.

Os jogos mais recentes de Mega Man tem forçado a barra quando o assunto é preservar as raízes da série como uma história de ficção científica, porém os jogos originais da série apresentavam alguns conceitos legais que de alguma forma eram baseados na realidade.

Infelizmente, não vamos discutir se algum dia seremos capazes de voar em cima de um cachorro-robô. No entanto, se você se interessa por isso, basta dar uma olhada nos robôs Big Dog e Cheetah da Boston Dynamics. Podemos dizer que os cães robô voadores parecem inevitáveis.

Armas de Energia

A primeira referência da ciência real à série Mega Man é, acredite ou não, a arma do robô azul. Embora possa parecer ficção científica pura, as armas de energia direcionada estão em desenvolvimento atualmente e são baseadas em argumentos científicos muito bem aceitos.

Elas existem em várias formas. A mais legal, mas talvez menos relevante, é uma que emite raios de calor. É o chamado Sistema de Negação Ativa e foi desenvolvido pelo exército dos Estados Unidos como uma forma de controle perimetral. É não-letal e funciona através da transferência de um raio de energia diretamente às pessoas. O efeito disto é uma sensação de calor extremo na pele do alvo. Por razões óbvias, ela não seria muito útil contra robôs.

Os militares americanos também desenvolveram canhões de laser que podem ser montados em veículos, tanques ou aviões. Eles não são muito úteis em situações de ataque, mas são usados para despistar mísseis. Ao direcionar o calor gerado pelo laser diretamente nos mísseis guiados, eles podem causar sua explosão em pleno ar antes de alcançar o alvo.

O exemplo final é um dispositivo fascinante que foi desenvolvido pelo exército dos EUA. Anunciado no início deste ano, o sistema HELLADS é uma arma pequena o suficiente para ser transportada por um soldado apenas, mas suficientemente forte para derrubar uma esquadrilha aérea inimiga.

A única desvantagem de todas essas armas são seus requerimentos de energia colossais. No entanto, isso é um problema para Mega Man também e por isso são essenciais as baterias de recarga em quase todos os jogos do MM.

Nós podemos não ter armas a laser acopláveis ao braço até o ano de 200X, mas parece que teremos armas energéticas muito eficientes em 20XX.

Reploids

Personagens como Mega Man, Zero, Protoman, etc, são espécies de andróides conhecidos no universo Mega Man como Reploids. Assim como as armas de energia que mencionamos anteriormente, não há exatamente exemplares deles em produção. No entanto, estamos rapidamente desvendando o quebra-cabeça de como construí-los.

A primeira coisa que você deve assistir é este vídeo assustador de um andróide japonês. Após assistí-lo você poderá imaginar que um robô falante sentado está muito distante de um veloz e saltitante robô herói como o Mega Man. E você está certo, mas já somos capazes de reproduzir isto também. Voltamos novamente a um projeto da Boston Dynamics: o PETMAN. Ele consegue até fazer flexões.
Como o vídeo quase não tem som, deixe essa música rolando de fundo

Colocando estas duas tecnologias juntas, não há razões para acreditar que um robô como Mega Man seria impossível de ser criado nos 88 anos que ainda nos restam em 20XX... tanto em relação à aparência como em mobilidade. O problema fica maior quando se trata da inteligência artificial.

Tentamos descobrir se seria possível criar uma IA tão flexível e potente como a do ser humano e para isso foi perguntado a um pesquisador a sua opinião.

“Eu e a maioria dos pesquisadores de IA acreditamos que um dia os sistemas de IA serão auto-suficientes”, diz David Chin, professor de IA e programação da Universidade do Havaí. “Porém, há controvérsias, é claro. Há uma série de filósofos influentes que consideram isso impossível e têm argumentos fortes para tentar prová-lo. Por exemplo, um de meus antigos mentores, John Searle, publicou o experimento do quarto Chinês, para provar que a IA eventualmente possa se tornar tão avançada que para um leigo ela possa parecer inteligente, mas quando olhada de perto, com detalhes, não possa ser considerada realmente inteligente”.

Esconderijos Secretos em Vulcões

Esta categoria não vai ser olhada muito a fundo, pois é estúpida, mas nós não conseguimos resistir à vontade de falar sobre esconderijos em vulcões. Em Mega Man Zero 4, há um lugar chamado Aegis Vulcano Base que, como o próprio nome diz, é localizado em um vulcão ativo. E não é qualquer vulcão. É um vulcão ativo que constantemente expele lava.

Uma parte não é tão fictícia. Há vulcões na terra que não pararam de entrar em erupção por milhares de anos. Não do tipo cinemático, com explosões de lava gigantes a todo momento como nos cinemas, mas há vulcões que se mantem em atividade o tempo todo. O Stromboli por exemplo, é um vulcão em constante atividade na Itália (e também uma opção deliciosamente gordurosa do menu da pizzaria Sbarro).

Há três coisas que você precisa saber antes de tentar construir uma base no interior de um vulcão. A primeira é que ela é muito estúpida, mas não é impossível. Os vulcanólogos estão constantemente nos arredores de vulcões (embora seja importante salientar que muitas vezes isso os leva a morte). Em segundo lugar, uma notícia um pouco mais animadora: vulcões em erupção constante poderiam ser os mais seguros vulcões para construir a sua base secreta . O maior risco seria se o seu vulcão explodisse no seu topo e levasse junto sua base. Vulcões com erupções constantes são os mais estáveis, porque há menos pressão se concentrando e que poderia fazer explodir o seu topo. Então, se você tivesse que fazer uma escolha em qual tipo de vulcão você construria uma base... Este tipo não é dos piores.

No entanto, a terceira coisa que você deve saber não é uma boa notícia. O fluxo constante da lava às vezes pode levar ao esvaziamento das câmaras de magma, o que pode causar um colapso em parte da montanha. Mesmo se não houver fluxo constante, ainda é possível que haja colapsos laterais, como foi o caso da enorme erupção do Monte St. Helens em 1980. É raro, então é improvável que você testemunhe um colapso em sua vida. Se você pretende passar a sua base para as gerações futuras, seria melhor construí-la em outro lugar.

Fonte: GamesRadar

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe aqui um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...